Questão Agrária e Desenvolvimento Rural: Condições de habitação e infraestrutura dos domicílios rurais do assentamento Antônio de Farias no Município de Campos dos Goytacazes/RJ

  • Rafaela Gonçalves da Silva Durães
  • Vanuza da Siva Pereira Ney

Resumo

A literatura sobre a reforma agrária no Brasil tem mostrado que a posse da terra não garante o êxito nas atividades produtivas. Nesse sentido, este artigo tem por objetivo investigar as potencialidades da reforma agrária como política de distribuição de renda, fixação do homem no campo e melhoria da qualidade de vida dos assentados, bem como analisar as condições de habitação e infraestrutura domiciliar do assentamento Antônio de Farias, localizado no estado do Rio de Janeiro. A primeira parte deste trabalho consistiu em uma breve revisão da literatura sobre a necessidade e a viabilidade da política de reforma agrária. A outra parte consistiu em pesquisa de campo, por meio de um questionário no assentamento, analisando as características de habitação e infraestrutura domiciliar. Este questionário foi aplicado de forma aleatória para os assentados residentes dos nove núcleos da área estudada. O instrumento incluiu uma série de perguntas abertas e fechadas, e a pesquisa teve caráter primário. Para avaliar as condições de habitação e infraestrutura dos domicílios rurais do assentamento Antônio de Farias, foi calculado um índice utilizando a mesma metodologia de Kageyama (2003), que ficou conhecido como Iconi. Como resultado, verificou-se um alto nível do índice, o que indica que os assentados do Antonio de Farias dispõem de uma boa estrutura domiciliar.

Publicado
2018-06-14
Seção
Dossiê especial CPDA 40 anos