Instituto de Medicina Veterinária
Busca

Classificação

Ordem Strigeida La Rue, 1926
Superfamília Schistosomatoidea Stilles & Hassall, 1898
Família Schistosomatidae Stiles & Hassall, 1898
Gênero Schistosoma Weinland, 1858
Schistosoma mansoni Samson, 1907
Superfamília Brachylemoidea Joyeux & Foley, 1930
Família Brachylaemidae Joyeux & Foley, 1930
Gênero Brachylaemus Dujardin, 1873
Brachylaemus mazzantti (Travassos, 1927)

Ordem Strigeida
La Rue, 1926

Acetábulo localizado na região mediana e ventral.
Nas espécies hermafroditas o ovário localiza-se entre os testículos.
Poro genital mediano e anterior ao acetábulo.
Útero localizado entre o ovário e o acetábulo.
Cercária com cauda bifurcada.
Metacercária, quando presente, em um segundo hospedeiro intermediário.

Superfamília Schistosomatoidea
Stilles & Hassall, 1898

Rédia ausente.
Duas gerações de esporocisto presentes.
Cercária e adultos sem faringe.
Metacercária ausente.

Família Schistosomatidae
Stiles & Hassall, 1898

Corpo alongado.
Sexos separados e com dimorfismo sexual.
Macho robusto, com sulco longitudinal (canal ginecóforo) para abrigar a fêmea.
Fêmea delgada.
Adultos parasitos de sistema circulatório de aves e mamíferos.

Gênero Schistosoma
Weinland, 1858

Macho

Ventosas pequenas e anteriores.
Região pós-acetabular com margens laterais achatadas e curvadas ventralmente, formando o canal ginecóforo.
Tegumento com espinhos.
Possui de seis a nove testículos.
Poro genital localizado posterior e próximo ao acetábulo.

Fêmea

Corpo cilíndrico afilando-se nas extremidades.
Tegumento liso, exceto nas ventosas e na extremidade posterior.
Ovário compacto e alongado, situado na metade anterior do corpo, próximo à bifurcação do ceco.
Vitelárias pós-ovarianas.
Útero curto com um ou dois ovos, raramente com quatro ou mais.
Fêmea alojada no canal ginecóforo.

Espécie Schistosoma Mansoni
Samson, 1907

Fêmea de corpo cilíndrico afilando-se nas extremidades, alojada no canal ginecóforo.

Macho com região pós-acetabular de margens laterais achatadas e curvadas ventralmente, formando o canal ginecóforo.

Superfamília Brachylemoidea
Joyeux & Foley, 1930

Adulto com poro genital subterminal.
Cirro espinhoso.
Cercária com cauda longa e bifurcada.
Duas gerações de esporocistos.
Rédia ausente.

Família Brachylaemidae
Joyeux & Foley, 1930

Ventosa oral e faringe desenvolvidas.
Esôfago e pré-faringe curtos.
Cecos longos.
Acetábulo no terço anterior do corpo.
Testículos um à frente do outro, podendo estar ligeiramente oblíquos, e usualmente na extremidade posterior do corpo.
Ovário anterior, posterior ou entre os testículos.
Vitelárias nos campos laterais e extracecais.
Útero pré-testicular.

Gênero Brachylaemus
Dujardin, 1873

Cecos longos, alcançando a extremidade posterior do corpo, retilíneos ou ligeiramente sinuosos.
Útero desenvolvido ocupandotoda a região intercecal e anterior às gónadas.
Testículos e ovário na linha mediana longitudinal.

Brachylaemus Mazzantti
(Travassos, 1927)

Cecos longos.
Útero desenvolvido.
Testículos e ovário na linha mediana longitudinal.


© 2011 - IV - UFRRJ | Créditos
COTIC