Instituto de Medicina Veterinária
Busca

Classificação

Ordem Paramphistomida Szidat, 1936
Família Paramphistomidae Fischoeder, 1901
Gênero Paramphistomum Fischoeder, 1901
Paramphistomum cervi (Zeder, 1790)
Gênero Cotylophoron Stiles & Goldberger, 1910
Cotylophoron cotylophorum (Näsmark, 1937)

Ordem Paramphistomida
Szidat, 1936

Cercária biocular, com sistema excretor ciclóide e, em algumas espécies, sem faringe.
Rédia com apêndice.
Cercária em molusco.
Metacercária no substrato.

Família Paramphistomidae
Fischoeder, 1901

Corpo robusto e piriforme.
Acetábulo na extremidade posterior do corpo, terminal ou subterminal.
Ventosa oral com ou sem divertículos.
Cecos simples, longos ou curtos.
Ventosa genital presente ou ausente.
Vitelárias desenvolvidas situadas nos campos laterais.

Gênero Paramphistomum
Fischoeder, 1901

Testículos lobulados, localizados um posterior ao outro e na metade posterior do corpo.
Bolsa do cirro ausente.
Ovário, receptáculo seminal e glândula de Mehlis pós-testiculares.
Poro genital mediano e no terço anterior do corpo.
Ventosa genital ausente.
Vitelárias em grupos compactos, situados lateralmente.

Paramphistomum Cervi
(Zeder, 1790)

Poro genital no terço anterior do corpo.
Ventosa genital ausente.
Vitelárias em grupos compactos, situados entre a bifurcação do ceco e o acetábulo.

Gênero Cotylophoron
Goldberger, 1910

Acetábulo terminal.
Ventosa genital presente.
Testículos lobulados localizados um posterior ao outro e oblíquos.
Ovário e receptáculo seminal pós-testiculares.

Cotylophoron cotylophorum
(Näsmark, 1937)

Acetábulo terminal.
Ventosa genital presente.
Testículos lobulados localizados um posterior ao outro e oblíquos.
Ovário e receptáculo seminal pós-testiculares.


© 2011 - IV - UFRRJ | Créditos
COTIC