Instituto de Medicina Veterinária
Busca

 

Animalia 

Organismos pluricelulares eucariotas; mitocôndrias e sistema nervoso presentes; cloroplastos e parede celular ausentes; locomoção por cílios, flagelos e fibrilas contráteis; nutrição  heterotrófica; reprodução sexuada.


Nemathelminthes 
 Schneider, 1873

Corpo cilíndrico, com simetria bilateral, pseudocelomado, não segmentado, revestido por cutícula, com ou sem expansões; tubo digestivo desenvolvido ou atrofiado; sistemas circulatório e respiratório ausentes; sistema excretor/osmoregulador glandular e/ou tubular, sexos usualmente separados.


Nematoda  
(Rudolphi, 1808)

Corpo cilíndrico, filiforme ou fusiforme, com extremidades atenuadas ou truncadas; sexos separados, e geralmente com acentuado dimorfismo sexual;tubo digestivo completo; comprimento do corpo varia de poucos milímetros a mais de 100 centímetros.


Secernentea 
(Dougherty, 1958)


Canais excretores laterais, fásmides usualmente presentes (pouco visíveis). Macho com asas caudais ou bolsa copuladora usualmente presentes.


 

Ordem Ascaridida
 Skrjabin & Shulz, 1940

Boca com lábios desenvolvidos; esôfago com ou sem ventrículo ou bulbo; asas cervicais presentes ou ausentes. Fêmea com cauda romba ou cônica. Macho com cauda romba ou cônica, com ou sem ventosa pré-coacal, asas caudais e projeções digitiformes presentes ou ausentes.


Ordem Strongylida
Molin, 1861

Boca com ou sem lábios ou com coroa radiada, cavidade bucal e cápsula bucal presentes ou não; dentes na cavidade bucal presentes ou ausentes; goteira esofagiana presente ou ausente; esôfago claviforme; expansões cuticulares na extremidade anterior presentes ou ausentes. Fêmea com vulva na região mediana ou posterior do o corpo, cauda romba ou cônica. Macho,em geral, com bolsa copuladora desenvolvida; espículos em geral similares.


Ordem Spirurida
Chitwood, 1933

 

Boca simples ou labiada; cavidade e cápsula bucal desenvolvida ou não; esôfago muscular-glandular. Fêmea com vulva em posição variável, cauda em geral cônica. Macho com a cauda geralmente espiralada, com asas caudais e papilas pedunculadas e/ou sésseis; espículos em geral desiguais e dessemelhantes; gubernáculo presente ou ausente.


Ordem Rhabditida 
Chitwood, 1933

 

Nematóides de pequeno porte; as espécies parasitas de animais em geral possuem geração de vida livre em que ocorrem adultos machos e fêmeas, ovos e larvas e geração de vida parasitária com ovos, larvas e fêmea partenogenética.

Boca com lábios pequenos; esôfago com pequeno bulbo no corpo, istmo e bulbo posterior.Fêmea com cauda cônica, vulva usualmente transversa e não musculosa.Macho com ou sem asas caudais; espículos usualmente presentes. Fêmea partenogenética com esôfago filariforme.


Ordem Oxyurida
Railliet, 1916

Boca a contornada por quatro grupos de papilas cefálicas; cavidade bucal desenvolvida ou não; esôfago com corpo desenvolvido, istmo e bulbo; expansões cuticulares presentes ou ausentes. Macho sem ou com um espículo, gubernáculo presente ou ausente.Fêmea em geral com cauda cônica.


Subclasse Adenophorea
 Chitwood, 1958

Canais excretores laterais e fásmides ausentes. Macho sem asas caudais, bolsa copuladora, quando presente, musculosa e desprovida de raios.


Ordem Enoplida
Schuurmans, Stekhoven & Deconing, 1933

 Esôfago cilindro, glândulas salivares fora da parede do esôfago ou constituído por células dispostas ao longo deste. Macho com ou sem espículo.


© 2011 - IV - UFRRJ | Créditos
COTIC