Instituto de Medicina Veterinária
Busca

 

 São feitos em lâminas de vidro comum para microscopia. Utiliza se sangue periférico, da orelha ou ponta da cauda; ou com sangue coletado em vasos de grande calibre, pode-se proceder a sedimentação em tubo de microhematócrito sendo o esfregaço confeccionado com o sangue que contém a papa de leucócitos.

1.CONFECÇÃO DO ESFREGAÇO GOTA DELGADA

1.1. ESFREGAÇO

Coleta-se um a gota de sangue no canto da extremidade de uma lâmina, apóia-se à extremidade que contém a gota, aproximadamente, no primeiro décimo da superfície de uma segunda lâmina, com uma inclinação de cerca de 45º (variar a inclinação com a densidade e a quantidade de sangue, angulo maior esfregaço mais espesso) aguardar que o sangue, por capilaridade espalhe-se. Distenda o sangue sobre a Segunda lâmina empurrado com movimento uniforme, mantendo as lâminas em contato de modo que forme uma área franjada na parte final do esfregaço. Secar imediatamente agitando-se a lâmina ao ar. Identifique escrevendo no próprio esfregaço, com lápis comum ou na lâmina com lápis de diamante.

 1.2. FIXAÇÃO

Cubra o esfregaço ou introduza a lâmina em recipiente com álcool etílico absoluto P.A. ou álcool metílico absoluto P.A., por 3 a 5 minutos. Secar ao ar em repouso ou agitado.

 1.3.COLORAÇÃO

            Usando solução de GIEMSA, diluir na proporção de 2 gotas da solução de GIEMSA para cada ml de solução tampão (ou água destilada), Cubra o esfregaço ou introduza a lâmina em recipiente com a solução de GIEMSA diluída, deixar cora por 30 minutos. Lavar a lâmina em água corrente para retirar o excesso de corante. Secar ao ar em repouso ou agitando.
            Maiores detalhes no item 
COLORAÇÃO DE GIEMSA (ROMANOVSK)

 1.4. EXAME

            Usar a objetiva de 100x, com óleo de imersão. No esfregaço de camada delgada, examinar em ‘ZIG-ZAG’ passando pela franja.

 

2. CONFECÇÃO DO ESFREGAÇO GOTA ESPESSA

2.1. ESFREGAÇO

Coloca-se um ou mais gotas de sangue na superfície de uma lâmina, em posição central ou deslocado desta se deseja colocar mais de um esfregaço por lâmina, com auxilio de uma agulha ou do próprio tubo de microhematócrito, espalhe, um pouco, a gota. Secar ao ar. Identifique escrevendo no próprio esfregaço, com lápis comum ou na lâmina com lápis de diamante ou com lápis na área esmerilhada.

Causar a hemólise das hemácias introduzir e retirar, uma única vez (rápido) a lâmina com o esfregaço em água. Secar ao ar em repouso.

 2.2. FIXAÇÃO, COLORAÇÃO e EXAME

Proceder de forma similar ao usado para gota delgada

 

COLORAÇÃO DE GIEMSA (ROMANOVSK)

INDICAÇÃO

Diagnóstico de hemoparasitos.

PROCEDIMENTO

1. Fazer um esfregaço delgado ou espesso, secá-lo ao ar;
2. Fixar por 3 a 5 minutos em álcool metílico P.A.;
3. Cobrir a lâmina com solução de giemsa diluída (ver diluição a seguir);
4. Deixar corar por der tempo conforme diluição (ver a seguir).

DILUIÇÃO DA SOLUÇÃO DE GIEMSA

Diluir o Giemsa comercial no momento de usá-lo, com água destilada neutra tamponada (Ph 7-7.2)

Concentração de solução de corante

a) para coloração lenta (12 a 24 horas)

Uma gota de giemsa comercial por ml de solução tampão

b) para coloração rápida (30 minutos)

Duas gotas de Giemsa comercial por ml de solução tampão

c) para coloração ultra rápida (15 minutos)

três gotas de Giemsa comercial por ml de solução

* cada gota corresponde a 0,03 ml, logo, para preparar 10ml de diluição ‘a’ usa-se 0,3ml de Giemsa; ‘b’ usa-se 0,6ml de Giemsa; ‘c’ usa-se 0,9ml de giemsa.

Após o tempo  necessário para a coloração lavar a lâmina/esfregaço em água corrente para retirar o corante precipitado.

Secar ao ar.

Examinar em microscópio com objetiva de 100x usando óleo de imersão.

 

TAMPÃO PARA DILUIÇAO DE GIEMSA COMERCIAL

1. Fosfato secundário de sódio                       06ml
2. Fosfato primário de potássio                       04ml
3. Água destilada                                         90ml

 

ANTICOAGULANTES

1. CITRATO DE SÓDIO 10%  (Santos, J.A. e Mello, M.R. Diagnostico Médico Veterinário: colheita de  material. 6ª ed., São Paulo, Nobel 1980, 190p.)

1ml de solução de citrato de sódio 10%
9ml de sangue

2. CITRATO DE SÓDIO 3,85%  (Blood, D.C.; Henderson, J.A. & Radostits, O.M. Clínica Veterinária. 5ªed. Rio de Janeiro, Ganabara, 1983, 1121p.)

1ml de solução de citrato de sódio 3,85%
10ml de sangue

OBS: sangue a ser utilizado em transfusão

3. HEPARINA 1%

MECANISMO DE AÇÃO: impede a transformação da protrombina em trombina.

0,1ml  de solução de heparina 1%
5ml de sangue

4. EDTA ( ETILENO DIAMINO TETRA ACÉTICO)

MECANISMO DE AÇÃO: seqüestrante do ionte de cálcio do sangue

2 a 5 mg
1ml de sangue

5. OXALATOS (FORMULA DE HELLEN E PAUL)

MECANISMO DE AÇÃO: sequestrante do ionte de cálcio do sangue

Solução
0,8g de Oxalato de potássio     
1,2g de Oxalato de amônio       
100ml de água destilada            
0,1ml de solução                      
1 ml de sangue                      

6. FLURETO DE SÓDIO

5mg de fluoreto de sódio
1ml de sangue


© 2011 - IV - UFRRJ | Créditos
COTIC