victoriaEpaulom agosto de 2013, os alunos Paulo Andrade e Victória Araújo, da turma 16 do curso de Meio Ambiente, tiveram a ideia inicial de criar alguma atividade para beneficiar os alunos do CTUR, durante o tempo vago existente entre as aulas da manhã e tarde. A atividade em questão seria uma modalidade esportiva, que desse oportunidade para meninas e meninos praticarem, independente de qualquer característica física dos alunos. Os alunos procuraram o Jeimis, professor de Educação Física na época, que apoiou a iniciativa e incentivou-os na busca da modalidade idealizada. A atividade poderia ser a prática de uma modalidade esportiva, como por exemplo, uma modalidade de luta.

Ao saber da ideia dos alunos, Erley Costa, Assistente de TI  do colégio, graduado na faixa roxa pela Equipe GFTeam Vista Alegre, mostrou interesse em participar do projeto.

dsc_5944Em setembro de 2013, o Projeto Jiu-Jitsu CTUR/UFRRJ foi iniciado e durou 2 anos consecutivos.

Além do apoio do diretor do colégio Ricardo Crivano e apoio dos professores de Educação Física Jeimis, Mário e Fábio, houve o apoio dos responsáveis dos alunos que os autorizaram a praticar a arte-suave.

A prática do Jiu-Jitsu no CTUR teve como objetivo trazer benefícios para a saúde do corpo e da mente, além de disciplinar o aluno e beneficiar o condicionamento físico e aprimoramento do relacionamento interpessoal.